O que levar no enxoval do bebê para a maternidade? - Cabeça de Criança
  • O que levar no enxoval do bebê para a maternidade?

    enxoval maternidade



    Foto: Peter Griffin / Public Domain Pictures

    Preparar-se para a chegada de um filho pode ser trabalhoso para os pais de primeira viagem. É preciso pensar nos móveis do quarto do bebê, no enxoval e adaptar a casa com itens de segurança, como redes nas janelas, entre outros.

    Uma das pendências que mais causa dúvidas nos pais é o que levar para a maternidade quando for a hora do bebê nascer. Precisa levar fralda? Quantas peças de roupa levar? E para a mãe, o que deve estar na mala?

    Veja nossas dicas para se organizar direitinho e não deixar faltar nada:

    – A primeira coisa que você deve fazer é procurar o site da maternidade onde você pretende dar à luz e ver se eles disponibilizam uma lista de itens sugeridos para levar. Se não, ligue e pergunte se eles têm uma lista ou se sugerem algo específico.

    – Deixe as malas – da mãe e do bebê – prontas a partir do sétimo mês. Assim você evita correria caso o bebê chegue antes da hora.

    – A maior parte das maternidades não pede que as pacientes levem fraldas. Então, a não ser que a sua peça especificamente por esse item na lista, não se preocupe com isso.

    – Para a mãe, calcule o seguinte:

    – 3 sutiãs de amamentação
    – 6 calcinhas (confortáveis)
    – 3 meias
    – Itens de higiene pessoal: escova de dentes, desodorante, shampoo e condicionador e absorvente para seios. Geralmente os hospitais fornecem absorventes íntimos, já que sangramentos pós-parto são comuns. Mas, se quiser, leve a marca a que você está acostumada, e leve do tipo noturno, que aguenta um fluxo mais intenso.
    – Elásticos de cabelo
    – Chinelo
    – 1 ou 2 pijamas
    – 3 trocas de roupas confortáveis
    – 1 roupa e um sapato confortável para a saída da maternidade.

    – Uma dica importante: normalmente as listas de enxoval orientam a mãe a levar várias peças de pijama ou camisola. Mas você não precisa passar o dia de roupa de dormir na maternidade. Se preferir usar uma roupa que não tenha cara de pijama, mas que mesmo assim seja confortável, leve peças como calças de malha e camisas com botão na frente, fáceis de abrir para amamentar, que sejam de tecidos confortáveis, como algodão.

    – A maioria das listas da maternidade sugere que a mãe leve um robe ou penhoar. Esses itens são absolutamente opcionais, não há necessidade de levá-los, a não ser que a mãe realmente goste/queira usá-los.

    – Não se esqueça dos documentosidentidade, carteirinha do convênio médico, cartão de pré-natal ou carta do médico com as informações do pré-natal, últimos exames (importante caso o parto seja feito com uma equipe do plantão, e não pelo médico que acompanhou a gestação) e guia de autorização do convênio (caso o parto seja agendado).

    – Muitas maternidades pedem que as mães não usem esmaltes coloridos ou com gliter, maquiagem e cremes hidratantes, joias (incluindo aliança), brincos ou piercings. Também recomenda-se que não se use produtos químicos fixadores no cabelo e próteses capilares (alongamentos ou apliques), já que esses materiais são inflamáveis e, caso se use bisturi elétrico, como em uma cesária, é melhor que a mulher não os esteja usando.

    – Agora, a mala do bebê. Geralmente a mãe e o bebê ficam internados por cerca de três dias na maternidade depois do parto, se não houver nenhuma complicação. Então, um cálculo seguro é preparar seis kits de roupa, dois para cada dia (pode ser que o bebê use mais de uma roupa por dia, se vazar xixi ou cocô ou ele regurgitar muito.

    Então planeje levar:

    enxoval maternidade
    Calça para recém nascido com “pé reversível”

    – 6 bodies tamanho RN ou P, caso seu bebê seja muito grande. Se o parto for no inverno, leve bodies de manga comprida. Se for no verão, pode dividir entre manga curta e manga comprida.
    – 6 calças com ou sem pé. As calças com pé dispensam o uso de meias, mas o bebê as perde mais rapidamente. As calças sem pé precisam de meias, mas são aproveitadas por mais tempo. Existem também as calças com “pé reversível” ou “vira pé”, que são mais versáteis. Elas têm uma dobra de tecido que pode ser usada cobrindo o pé ou deixando-o à mostra.
    – 6 macacões
    – 6 pares de meia, caso as calças sejam sem o pé coberto
    – 2 casaquinhos – se forem de lã, evite aquelas muito felpudas, que soltam fiapos. Dê preferência à lã natural
    – 2 mantas – se for verão, pode ser de algodão ou linha. Se for inverno, de lã
    – 6 fraldas de boca, para limpar o bebê pós-amamentação e proteger as roupas dos pais de regurgitadas
    – Uma ou duas luvas – não é extremamente necessário. Mas, como as enfermeiras não cortam as unhas dos bebês no berçário, se a criança nascer com as unhas compridas pode-se usar a luva para protegê-la de arranhões
    – Aliás, falando em unhas, os pais podem levar uma tesourinha também. Não é um item essencial, mas vale ter a mão caso queiram cortar as unhas do bebê (já que, como afirmamos acima, as enfermeiras não fazem esse procedimento no berçário).

    Dica importante: tente encontrar modelos de bodies que tenham botão na lateral, em vez daqueles

    enxoval maternidade
    Exemplo de bodies modelo “quimono”, com abertura na lateral

    mais tradicionais, que são vestidos passando pela cabeça do bebê. Os que abrem na frente, também conhecidos como modelo “quimono”, são mais práticos de vestir, ainda mais se os pais não tiverem prática.

    – Antes de montar a mala, lave todas as roupas com sabão neutro. NÃO use amaciante, porque podem provocar alergia.

    – Evite roupas com babados, bordados, golas e outros penduricalhos que possam ser desconfortáveis. Corte etiquetas que possam incomodar o bebê.

    – Prepare seis kits separados, cada um com um body, uma calça, um macacão e um par de meias, se a calça for sem pé. Isso não é obrigatório, mas facilita a organização e a rotina das enfermeiras, quando elas forem ao quarto buscar a roupa para trocar o bebê.

    – Para montar os kits do enxoval, você encontra em lojas especializadas saquinhos feitos especificamente para esse fim, alguns muito bonitos e até personalizáveis. Mas, se não quiser gastar dinheiro com isso, você pode usar sacolas plásticas ou até saquinhos ziplock desses de guardar alimentos, no tamanho grande. Se tiver habilidades básicas de costura, ou alguém de sua família, você pode comprar tule e costurar os saquinhos. Se preferir comprar pronto mesmo, há boas opções com preço razoável no Elo7 e Mercado Livre.

    Não se preocupe com sapatinhos. Eles são bonitinhos, porém inúteis.

    – A mesma coisa vale para tiaras, laços e outros adornos: não os use nesse primeiro momento. Eles não têm nenhuma serventia e podem incomodar o bebê. Algumas maternidades até pedem para os pais não levarem esse tipo de enfeite.

    – Alguns pais compram a tal da “saída de maternidade“, que nada mais é do que uma roupa bem bonita e, geralmente, bem cara para o bebê ir lindo para casa. De preferência vermelha, porque dizem que atrai saúde para o bebê. Se você quiser gastar seu dinheiro nesse item, faça o que bem entender. Mas, se não quiser, relaxe, ele é absolutamente desnecessário. O bebê pode sair da maternidade com qualquer roupinha normal que você levar no enxoval.

    Não precisa levar itens de higiene para o bebê, como shampoo, sabonete e pomada para assadura.

    – Leve carregador de celular, câmera fotográfica e/ou filmadora.

    – Por último, não se esqueça de colocar na mala as lembrancinhas e o enfeite da porta do quarto, caso você tenha optado por esses itens.

    – Ah, mais uma coisinha: não se esqueça de levar o bebê conforto no carro para quando for levar o bebê para casa!

     

     

  • Back to top