Desafio da farinha: pediatra alerta para perigos para crianças pequenas
  • Desafio da farinha: pediatra alerta para perigos para crianças pequenas

    desafio da farinha



    desafio da farinha
    A apresentadora Eliana faz o “‘desafio da farinha” com o filho, Arthur, de oito anos

    De tempos em tempos uma nova brincadeira viraliza nas redes sociais. A bola da vez é o “desafio da farinha”, também conhecido como “desafio dos irmãos”, que se tornou popular no “Tik Tok”.

    A brincadeira, que tem sido feita com adultos e crianças, consiste em colocar duas pessoas na frente de um recipiente com farinha. Outra pessoa fica atrás delas e vai fazendo perguntas, como “quem é o mais bagunceiro” ou “quem é o mais dorminhoco?”. Aí a pessoa que está atrás empurra a cabeça de quem melhor se encaixa na resposta dentro do recipiente de farinha.

    Outra versão do “desafio da farinha” é fazer uma brincadeira de jokenpo e o perdedor tem sua cabeça mergulhada na farinha, como fez a apresentadora Eliana com seu filho Arthur, de oito anos (foto).

    LEIA TAMBÉM:
    Desenhos e atividades para crianças que estão em quarentena por causa do coronavírus
    Veja receitas práticas de lanches para as crianças na quarentena e home office

    Nariz obstruído

    Segundo a pediatra Caroline Peev, do Sabará Hospital Infantil, a brincadeira é perigosa – especialmente para crianças pequenas. O risco principal é o de que a farinha cause uma obstrução no nariz, um “entupimento”. “O momento mais arriscado é quando a criança levanta a cabeça da farinha rindo ou até chorando, caso não tenha gostado da brincadeira, e tenta respirar, aí a farinha pode provocar um ‘entupimento’”, diz. Essa obstrução pode levar a um engasgo e, em casos mais graves, até causar vômitos.

    Caso o engasgo aconteça, a criança pode se desesperar, demorar para “lembrar” que pode respirar pela boca e ter dificuldade em coordenar a respiração com a limpeza do nariz. Principalmente com as crianças pequenas.

    Lesão nos olhos

    Outro risco é de que a farinha entre no olho, a criança coce e cause uma lesão. O pó também pode provocar uma alergia ocular ou uma conjuntivite, um processo inflamatório na mucosa do olho.

    Alergia

    Caroline também coloca como risco uma possível alergia desconhecida à farinha. “Uma alergia pode causar uma crise de asma, lesões na pele e até desenvolver uma reação anafilática”, afirma a médica. Uma reação anafilática pode causar inchaço, dificuldade respiratória e até a morte, em casos extremos.

    Farinha nos pulmões

    Por último, mas não menos importante, há o risco de a farinha aspirada ir parar no pulmão. Em grande quantidade, o pó poderia causar pneumonite, uma inflamação no pulmão.

    Com tantos riscos, o melhor é deixar a brincadeira de lado e procurar outras atividades para fazer com as crianças.

  • Back to top