Samara Felippo desabafa sobre dor na amamentação e depressão pós-parto - Cabeça de Criança
  • Samara Felippo desabafa sobre dor na amamentação e depressão pós-parto

    Samara Felippo desabafa sobre dor na amamentação e depressão pós-parto



    Samara Felippo desabafa sobre dor na amamentação e depressão pós-parto
    Imagem: Reprodução/Instagram

    Durante a Semana Mundial de Aleitamento Materno, muitas mães compartilharam suas experiências – positivas e negativas – nas redes sociais. Apesar de defender o aleitamento materno, a atriz Samara Felippo falou em sua conta no Instagram sobre a dor na amamentação das duas filhas, Alicia e Lara, de 11 e 7 anos, e a depressão pós-parto depois do nascimento da caçula e da separação do marido, o jogador de basquete Leandrinho.

    LEIA MAIS:

    Na terça-feira (4), Samara Felippo publicou uma foto de Lara mamando em seu peito e abriu o jogo sobre sua experiência “frustrante” com o aleitamento materno. “Tive duas amamentações. Alicia até os 8 meses, porque eu quis. Tive mastite, dor e foi assim. Lara até 1 mês. Sim. Alguém aí com certeza julgou!! Me separei no puerpério dela e tive depressão pós-parto amena. Meu leite secou, tentei trans lactação (sic), mas não deu certo. Foi esse olhar da foto que me segurava firme”, escreveu.

    Ainda que seja uma defensora da amamentação, a atriz aconselhou as mães a respeitarem seus limites e não darem ouvidos às cobranças. Além disso, Samara Felippo pediu empatia e defendeu que as mães não sejam julgadas por suas escolhas.

    “Defendo muito a amamentação, o alimento mais rico para os nossos filhos, mas também passei a respeitar o direito da mulher de escolher o tempo que quiser amamentar sem ser apedrejada. A dor dela. Não lhe cabe julgar a realidade que você não vive. Essa frase serve para tudo!”, continuou.

    “Amamentem! É delicioso, sensação única e sublime. Doe leite se tiver em abundância. Amamentem o tempo que quiserem. Ninguém tem nada a ver com isso. Joguem os pitacos no lixo!!! Mas se respeitem e não se cobrem caso não possam ou não queiram. A jornada só́ está começando e muitas cobranças virão!! Cada uma sabe da sua realidade”, concluiu.

  • Back to top