Estudantes acreditam que pandemia deixará marcas permanentes na educação - Cabeça de Criança
  • Estudantes acreditam que pandemia deixará marcas permanentes na educação

    Estudantes acreditam que pandemia deixará marcas permanentes na educação



    Estudantes acreditam que pandemia deixará marcas permanentes na educação
    Imagem de Wolfgang Eckert por Pixabay

    Estudantes de diversos países acreditam que pandemia do novo coronavírus deixará marcas permanentes na educação, constatou a pesquisa Global Learner Survey, conduzida pela Pearson em parceria com a Harris Insights & Analytics. Aprendizagem ‘self-service’, habilidades socioemocionais e letramento digital se destacam entre as mudanças.

    LEIA MAIS:

    Foram ouvidas sete mil pessoas, com idade entre 16 e 70 anos, em sete países: Austrália, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Índia e Reino Unido. “A pandemia do novo coronavírus trouxe mudanças muito profundas e imediatas para os cenários de educação e trabalho ao redor do mundo”, afirma Juliano Costa, vice-presidente de Produtos Educacionais da Pearson para a América Latina.

    Para o especialista, a covid-19 acelerou algumas mudanças que já vinham ocorrendo. “Instituições educacionais e empregadores têm a missão de responder rápido e capacitar os profissionais de hoje e de amanhã para se adaptarem a essa realidade”, avalia.

    Segundo o estudo, 90% dos entrevistados acreditam que a aprendizagem online continuará fazendo parte dos ensinos fundamental, médio e superior e que as pessoas precisarão estar mais confortáveis para as atividades online no pós-pandemia.

    Além disso, cresce a percepção de que a educação está se tornando mais “self-service”, especialmente em locais como Índia e Brasil. No País, 90% afirmam que as pessoas precisarão assumir maior responsabilidade sobre o que aprendem para suas carreiras.

    Confira a Global Learner Survey na íntegra.

  • Back to top