Vitamina D: todas as crianças precisam de suplementação?
  • Pergunte ao especialista: todos os bebês devem tomar suplementação de vitamina D?

    vitamina D



    Nesta edição da seção “Pergunte ao especialista”, a dúvida é: todos os bebês devem tomar suplementação de vitamina D?

    LEIA TAMBÉM:
    Pergunte ao especialista: crianças podem tomar café?
    Pergunte ao especialista: o que fazer quando o dente da criança fica mole?
    Home office: truques simples para melhorar a acústica da casa

    A resposta é da médica Ana Escobar, pediatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, que foi consultora do programa “Bem Estar”, da TV Globo, e é autora de diversos livros sobre pediatria.

    Resposta:

    Sim, todas as crianças, sem exceção, devem tomar vitamina D, pelo menos até os dois anos de idade, que é um período de crescimento intenso. Essa suplementação é muito importante para promover um crescimento ósseo saudável. Essa é a única vitamina que tem indicação formal de suplementação pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

    A vitamina D é essencial para crescimento ósseo saudável e para diversas funções orgânicas, como o desenvolvimento de nosso sistema imunológico. Cerca de 90% da produção dessa vitamina vem da exposição ao sol. Para uma produção suficiente, é necessário se expor ao sol por 15 minutos por dia. Essa exposição deve ser feita entre 10h e 15h, que são os horários em que os raios ultravioletas estão mais ativos.

    E os bebês, podem tomar sol?

    Sim, os bebês podem tomar sol desde os primeiros dias de vida, mas com parcimônia e bom senso. Para os bebês é recomendado apenas 10 minutos de exposição ao sol, uma vez ao dia, sempre protegendo o rosto e antes das 10h ou depois das 16h, porque entre 10h e 16h o sol é muito forte para os bebês. Sabemos que esses horários não são ideais para a produção da vitamina D mas, considerando o bem-estar dos bebês, é melhor que, para eles, o banho de sol seja nos horários de sol mais fraco.

    Como passamos muito tempo dentro de casa e poucos conseguem obter essa exposição necessária, é por isso que há a prescrição formal da suplementação de vitamina D para crianças até dois anos, obrigatoriamente.

    Alimentação

    A vitamina D também poderia ser obtida pela alimentação, mas a quantidade dessa vitamina que adquirimos dessa maneira é baixa. Por exemplo, 1 litro de leite materno tem de 20 a 40 unidades de vitamina D, e as crianças precisam de 400 a 600 unidades diárias. Outros alimentos contém maior quantidade da substância. Como a sardinha: 100 g do peixe fornecem 300 unidades de vitamina D, mas é impossível fazer uma criança pequena comer 100 gramas de sardinha todos os dias.

    O bebê pode começar a receber a suplementação com 10 a 15 dias de vida. Inicialmente com 400 unidades de vitamina D até 1 ano, e depois passando para 600 unidades até os dois anos. Depois disso, a prescrição fica a critério médico, vai depender da quantidade de sol que a criança recebe. Não existe nenhuma contraindicação formal à suplementação dessa vitamina.

  • Back to top