Como evitar a transmissão do coronavírus se alguém da família adoecer?
  • Como manter a família protegida se alguém da casa está com covid-19?

    evitar transmissão do coronavírus



    evitar transmissão do coronavírus
    Imagem de Mojca J por Pixabay

    Quando alguém está contaminado com covid-19, e não precisa de internação, ou quando a pessoa está com a suspeita da doença, o recomendado pelas autoridades de saúde é praticar o isolamento domiciliar e monitorar os sintomas em casa. Mas como evitar a transmissão do coronavírus para outras pessoas que vivem na mesma casa?

    LEIA TAMBÉM:
    Sociedade Brasileira de Pediatria alerta: não é recomendado o uso de cloroquina em crianças
    10 ideias de brincadeira para as crianças se exercitarem na quarentena
    Máscara: 5 coisas que você precisa saber para limpar a sua

    Veja as orientações do Hospital Paulista de Otorrinolaringologia:

    Ambiente

    Delimite o espaço em que o paciente infectado ou com suspeita possa circular. De preferência, a pessoa deve ocupar um quarto individual e com boa ventilação. Os outros membros da casa devem manter uma distância de pelo menos um metro de quem estiver doente. É preciso orientar as crianças para manter a distância do paciente e não compartilhar objetos com ele.

    Segundo Gilberto Ulson Pizarro, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, ao sair do quarto o paciente deve, obrigatoriamente, usar máscara. Os ambientes compartilhados, como banheiros, devem permanecer com as janelas abertas, lembrando que a circulação do doente deve ser limitada.

    Cuidadores

    Evite visitas e limite o número de cuidadores. Os cuidadores também devem usar máscara cirúrgica, bem ajustada ao rosto, quando estiverem no mesmo espaço em que o doente.

    Use luvas descartáveis para cuidados orais ou respiratórios e, também, quando manipular fezes, urina e outros resíduos. Higienize as mãos antes e depois da remoção das luvas – isso é fundamental.

    Máscaras

    Os doentes e cuidadores podem usar máscaras descartáveis ou caseiras, sendo que estas são mais recomendadas neste momento para evitar a falta do material aos profissionais da saúde. As máscaras caseiras devem ser feitas de algodão e conter duas camadas. Uma dica é usar alguma peça de roupa cujo tecido seja 100% algodão.

    As máscaras descartáveis também podem ser usadas junto com o protetor facial, o “face shield”, aquele “capacete” de plástico transparente que protege o rosto e os olhos.

    As máscaras não podem ser tocadas ou manuseadas durante o uso. Troque a máscara imediatamente se ela ficar molhada ou suja com secreções. Jogue fora a máscara descartável logo após a utilização e higienize as mãos com água e sabonete ou álcool em gel imediatamente.

    Seque as mãos com toalhas de papel descartáveis. Se não tiver, use toalhas de pano separadas apenas para essa finalidade. Quando as toalhas ficarem molhadas, devem ser desinfetadas com água sanitária. Todos os materiais descartáveis devem ser jogados em um lixo separado dos demais resíduos da casa.

    Objetos

    Não compartilhem objetos como escovas de dente, talheres, pratos, bebidas, toalhas ou roupas de cama. Os pratos e talheres e pratos usados pelo paciente de coronavírus devem ser lavados separadamente, com água e sabão ou detergente comum.

    Limpe e desinfete diariamente as superfícies que são tocadas frequentemente, como mesas de cabeceira, cama e outros móveis do quarto do paciente. Segundo Gilberto Ulson Pizarro, higienizar as superfícies do banheiro pelo menos uma vez ao dia também é fundamental.

    As roupas, roupas de cama e toalhas de banho e de mão do paciente devem ser lavadas com água e sabão comum e separadas das roupas das outras pessoas. Para realizar a lavagem, deve-se usar máscara e luvas descartáveis e roupas de proteção, como aventais de plástico.

    Hospital

    Os indivíduos que podem ter sido expostos a casos suspeitos de Covid-19 em casa devem monitorar sua saúde por 14 dias, a partir do último dia do possível contato, e procurar atendimento médico imediato caso desenvolva quaisquer sintomas mais graves, como febre, tosse ou falta de ar.

    Se precisar de atendimento médico, a pessoa deve evitar o transporte público e usar máscara cirúrgica o tempo todo. Se utilizar veículo privado, mantenha os vidros abertos para uma boa ventilação.

     

  • Back to top